FALB - Notícia - Receitas que contam histórias
Prêmio Escola Cidadã - Edição Especial São Gabriel do Oeste/MS Roda de Conversa em Xaxim (SC) - Tema: Violência Contra a Mulher Voluntários em Abelardo Luz (SC) Cinema da Reciclagem com a Turminha da Reciclagem FALB realiza investimentos em instituições de SC e RS Voluntários realizam doação de produtos ao Centro de Convivência de Idosos de Chapecó (SC) Apresentação sobre a FALB em Tapejara (RS) Sensibilização PAPCD em Itajaí (SC) Eco Cooperação retoma algumas atividades presenciais em escolas Vozes do Corpo promove atividade de Dia das Crianças para educandos do CRAS da Efapi

Receitas que contam histórias

Compartilhe:

Perguntas para mexer com suas memórias afetivas: qual a comida especial que remete à infância ou a um momento singular em família? Que prato é capaz de te transportar para o passado e ao mesmo tempo ser seu melhor presente? Essas sensações foram despertadas na manhã desta sexta-feira (20/11), durante a live de lançamento do projeto "A soma de todos os sabores: as histórias, as receitas e os aromas", desenvolvido pela Fundação Aury Luiz Bodanese (FALB) — entidade mantida pela Aurora Alimentos — por meio da Lei de Incentivo à Cultura, do Ministério do Turismo.

O projeto conta a história de 20 famílias brasileiras, entre elas representantes das 11 cooperativas filiadas da Aurora, apoiadores do projeto e comunidade, que abriram as portas das suas casas para resgatar a cultura, preservar a tradição e revelar os segredos da culinária típica passada de geração para geração. As famílias são de quatro estados — Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná e Mato Grosso do Sul — e detalham receitas tradicionais como a "Sopa paraguaia", o "Bolo de mandioca", a "Ambrosia", e a "Bolacha holandesa".

As histórias resultaram em uma Cartilha de Receitas de 112 páginas, uma Exposição Itinerante com 25 paineis explicativos e um Documentário de 20 minutos, todos lançados durante a live transmitida nas redes sociais da FALB e com participação simultânea dos autores dos pratos e suas famílias. Com a apresentação descontraída do casal de jornalistas Fabiana Nascimento e Giovani Martinello, a live promoveu um bate-papo entre os participantes e emocionou o público conectado e a equipe de produção que, após uma intensa etapa de pesquisa bibliográfica e documental, percorreu milhares de quilômetros para coletar depoimentos, vídeos e fotos dos participantes.

O presidente do conselho curador da Fundação Aury Luiz Bodanese e presidente da Aurora Alimentos, Neivor Canton, destacou que o projeto iniciou em 2018 e valoriza as histórias e os costumes das famílias brasileiras.

"É importante mantermos vivos a cultura e os valores dos nossos antepassados. A partir de agora, todo esse material será disponibilizado ao Brasil inteiro, através dos acervos públicos e do Centro de Memória da FALB para propagarmos essa grande obra", sublinhou Canton durante participação ao vivo no lançamento, momento em que também revelou sua receita de valor afetivo: "A tradicional sopa de agnolini, que reunia toda a família em volta da mesa".

A live também contou com a participação virtual do presidente da Organização das Cooperativas do Estado de Santa Catarina (Ocesc), Luiz Vicente Suzin. O dirigente elogiou o projeto desenvolvido pela FALB e afirmou que o trabalho social é um dos principais eixos do cooperativismo. "É uma alegria poder acompanhar de perto esse trabalho e ver tantas histórias e tantos talentos dentro do nosso sistema cooperativista. Parabéns à FALB e à Aurora pela iniciativa de resgatar e manter vivas nossas culturas e tradições".

OS AUTORES

Uma das receitas do projeto é da dona Zelinda Bodanese, viúva do líder cooperativista Aury Luiz Bodanese, fundador da Aurora que dá nome à Fundação, em sua homenagem. Ela acompanhou a live em uma sala especial preparada pela FALB para convidados na matriz da Aurora, em Chapecó, e viu a receita da família ser divulgada para o Brasil inteiro: o Blesser/frango recheado que até hoje as filhas reproduzem. "É uma tradição de mãe para filhas. Uma receita que também aprendi com a minha mãe, que cozinhava como ninguém", conta Zelinda ao relatar a alegria em participar do projeto. "Estou muito feliz por fazer parte desta obra e por poder mostrar um pouco mais da tradição da nossa família".

O prefeito de Chapecó e a primeira-dama, Luciano e Lúcia Buligon, também participaram do projeto e contaram como é preparado o carreteiro de gringo, receita tradicional da família que é feito com salame italiano, linguiça calabresa, verduras e legumes. "É um prato que une os produtos da região Oeste Catarinense e a família em volta da mesa. O sabor do alimento e a reunião de família, para nós, está sempre junto. Gostamos muito de nos sentarmos à mesa para desfrutarmos dos sabores e também da companhia uns dos outros", conta Buligon que também acompanhou a live na matriz da Aurora.

Quem também gosta de reunir a família toda em almoços especiais sempre que possível é o vice-presidente da Aurora, Marcos Zordan. No projeto, ele mostra seu amor pela culinária e prepara uma lasanha à bolonhesa, que aprendeu com a mãe e hoje passa aos filhos. "Eu sinto prazer de ver todo mundo ao redor da mesa. O italiano gosta muito disso, meu pai tinha e eu tenho muito disso. É um momento de satisfação", ressalta ele.

PROJETO

Os materiais estarão disponíveis no site falb.org.br, com acesso inclusivo às pessoas com deficiência, conforme determina a legislação. São parceiros do projeto a Aurora Alimentos, Tetrapak, Adisseo e Doremus.


TEXTO: MB Comunicação

Compartilhe:




Mantenedora
Aurora
Apoiadores
Aurora
©2018 FALB - Fundação Aury Bodanese - Todos os direitos reservados